PSICOPEDAGOGA CLÍNICA E INSTITUCIONAL
PEDAGOGA / HOSPITALAR

30 anos de experiência em Vida Escolar | Membro da Associação Brasileira de Psicopedagogia - ABPp

Follow me on instagram

Copyrights 2017 © Todos os Diretos Reservados a Denise Aragão

 

10 BRINCADEIRAS PARA AUTORREGULAÇÃO

Habilidades Integrativas das Funções Executivas

10 BRINCADEIRAS PARA AUTORREGULAÇÃO

As 10 brincadeiras para autorregulação e Funções Executivas é um complemento do post anterior,  Funções Executivas e Habilidades Integrativas, onde falamos um pouco sobre o conjunto de funções que elas exercem na capacidade cognitiva e metacognitiva do sujeito em formação.

VAMOS BRINCAR PARA REGULAR

Uma dica é brincar daquelas brincadeiras que nós, mais velhos, brincávamos na rua quando éramos crianças. Elas trabalham a atenção, o controle inibitório e orientação de comportamento de acordo com as especificidades de cada uma.

Vamos listar algumas delas e se você lembrar de mais algumas, pode acrescentar lá no final do post.

1 – O chefe mandou…Fazer o quê? – Todos de pé, o chefe manda os demais pegarem coisas, tocar em cores, entre outros comandos.

2- Siga seu Líder – Muito parecido com a anterior, o Líder dá comandos de pular num pé só, subir, descer, colocar a mão na cabeça, e muito mais.

3- Morto-Vivo – O comandante diz as palavras, morto para abaixar e vivo para levantar. Quem errar, vai sentar.

4- Estátua – Ao som da música todos dançam. Quando ela para, todos param em uma posição. O comandante  passeia entre as crianças fazendo careta, olhando nos olhos das estátuas. Quem se mexer sai da brincadeira.

5- Adivinhe quem é o comandante – Uma criança sai da sala, enquanto a turma combina quem vai comandar o exército. Escolhe-se o comandante discretamente. Pede-se para entrar quem saiu. O comandante começa a fazer movimentos, bater pés no chão, palmas, rodadinha e todos o imitam. O objetivo é descobrir quem é o comandante no meio de todos.

6- Jogos de percurso construídos no chão. As crianças são os pinos que caminham no percurso traçado. É preciso esperar o desempenho dos colegas até chegar sua vez. Construa regras com eles.

7- Jogo dos amarrados – Em duplas, o professor amarra tornozelo e mãos das crianças com tiras de malha ou camisetas para não machucar. Em seguida distribui fichas contendo uma prova para fazer. Exemplos: carregar uma pilha de livros até uma mesa distante, levar o latão de lixo no outro andar, jogar futebol, pentear o cabelo do colega. É preciso colaboração, planejamento, ajuste de comportamento.

8- Atenção à música – Escolha uma canção da cultura brasileira (o cravo e a rosa), onde algumas palavras se repetem várias vezes. Ao falar determinada palavra devem bater palmas. Para dificultar um pouco mais, vá acrescentando mais gestos em outras palavras que se repetem.

9- Atenção às figuras– Escolha uma música ( Aquarela – Toquinho) e imprima uma série de objetos que aparecem nela. Pouco antes da palavra ser cantada, mostre a figura. Na hora eles devem bater palmas ou gritar “EH”. Eles adoram a bagunça.

10- Bate cartas – VERMELHO NÃO! – Construa alguns baralhos com 50 cartas, entre figuras e cores. Forme rodas de no máximo cinco crianças. Empilhe com as figuras para baixo. Quem vai virar a carta precisa ser rápido, mas deve colocar no centro da roda para todos possam ver. Quando aparecer a carta vermelha todos devem gritar “VERMELHO NÃO!!!”. Na próxima rodada, além do VERMELHO NÃO, acrescente o AZUL SIM. Todos devem ser o chefe para virar as cartas uma vez.

Se gostou do post, não esqueça de visitar o link Funções Executivas e Habilidades Integrativas.

Abraços e até o próximo post.

Denise Aragão Psicopedagoga.

Apoio: Piafex – Programa de Intervenção em Autorregulação e Funções executivas. Natalia Martins Dias e Alessandra Gatuzo Seabra – MEMNON, 2013.

Imagens Google.

 

Compartilhe
Psicopedagoga, pedagoga, educadora, mãe de menino e menina.
Nenhum Comentário

Deixe um comentário