PSICOPEDAGOGA CLÍNICA E INSTITUCIONAL
PEDAGOGA / HOSPITALAR

30 anos de experiência em Vida Escolar | Membro da Associação Brasileira de Psicopedagogia - ABPp

Follow me on instagram

Copyrights 2017 © Todos os Diretos Reservados a Denise Aragão

 

Author: Denise Aragão

CINCO MARIAS: O JOGO DOS SAQUINHOS – PARTE 2

Nesse post você vai conhecer ou recordar algumas formas de jogar Cinco marias, o jogo dos saquinhos ou cinco pedrinhas de tamanhos semelhantes. Uma introdução foi realizada no post anterior, CINCO MARIAS: O JOGO DOS SAQUINHOS - PARTE 1. Você pode acessar clicando no link. Vamos lá.                    Imagem: https://www.baudebrincadeiras.com/product-page/5-marias-almofadas Primeiro vamos jogar com uma mão só: 1-Pegando do chão Espalhe os cinco saquinhos (ou pedrinhas) no chão. O melhor jeito é jogá-los para cima e deixar cair de qualquer jeito, sem que fiquem muito longe um do outro. Escolha um saquinho, jogue-o para cima e pegue...

CINCO MARIAS: O JOGO DOS SAQUINHOS – PARTE 1

Para jogar Cinco-marias é necessário ter cinco saquinhos de pano, do tipo almofadinhas ou cinco pedrinhas do mesmo tamanho. Esse post terá duas partes para não ficar muito extenso. Essa é a parte  1, ok? COMO JOGAR CINCO-MARIAS? Esse jogo é uma espécie de competição, onde os participantes lançam uma “maria” para cima e pegam as outras “marias” que ficaram aguardando no chão, obedecendo uma variação de regras e etapas. Podem jogar quantas pessoas quiserem com um grupo de cinco saquinhos ou pedrinhas, mas cada pessoa pode ter seu próprio kit. Regras e etapas variam pelo país a fora, assim como o nome da brincadeira...

CRIMES VIRTUAIS: CYBERBULLYING E CYBERSTALKING

  CYBERBULLYING e CYBERSTALKING nada mais são do que crimes praticados virtualmente. CYBERBULLYING é um crime contra a honra, caracterizado como injúria, calúnia ou difamação, praticado por meio virtual. Quem pratica? Jovens de uma maneira geral,  meninas em maioria. É de fundamental importância lembrarmos que as crianças não têm noção da proporção de suas ações, pois não visualizam claramente as consequências de seus atos. Vale lembrar também, que a personalidade e o valor moral estão em pleno desenvolvimento, portanto faz-se necessário um investimento constante desde muito cedo. Já os adolescentes são capazes de vislumbrar um pouco mais a encrenca na hora de escolher um caminho tortuoso,...

ENSINO DOMICILIAR DE JOVENS ENFERMOS

A Pedagogia Hospitalar é uma modalidade de ensino-aprendizagem, que tem como objetivo o ensino domiciliar de jovens enfermos, em tratamento transitório ou permanente de saúde. Pode acontecer em ambiente hospitalar, em classes hospitalares regulamentadas pela lei ou em atendimento domiciliário, que são casas de apoio disponíveis para as famílias se hospedarem enquanto estão na cidade.                                                                                              ...

10 PERGUNTAS E RESPOSTAS SOBRE BULLYING

O mundo inteiro discute a prática do bullying, principalmente na contemporaneidade, com a prática do cyberbullying e a necessidade da criação de novas leis que amparem essa modalidade de violência digital. 1-O QUE É BULLYING? Bullying é um termo inglês usado para definir o comportamento violento e agressivo entre os estudantes. 2-COMO SE CARACTERIZA O BULLYING? São atos de violência verbal, física ou moral, que se repetem sistematicamente em uma relação desigual de poder, normalmente dentro dos ambientes escolares, com determinados alunos. 3- QUEM PRATICA O BULLYING? Meninos são a maioria. Apresentam comportamentos que envolvem intimidações físicas e verbais, cujos atos geralmente chegam às vias de fato. Meninas...

DAISY CHAIN, UMA HISTÓRIA SOBRE BULLYING

"Daisy Chain" é a história de Buttercup Bree, uma garotinha que sofria bullying e amava flores, margaridas em especial. Ela foi escrita por Galvin Scott Davis, há três anos, para ajudar seu filho a superar o bullying que sofria na escola. Benjamin, seu filho, aparece na história como o garoto que ajuda Buttercup a valorizar sua atitude em dar vida ao parque abandonado e mostrar que as agressões não levam a nada. É muito melhor brincarem juntos. Davis começou a perceber que quando Benjamin chagava em casa, estava cada vez mais calado e introspectivo. “Ele estava mais reservado e descobri que tinha sofrido bullying na escola....

DEPRESSÃO NA INFÂNCIA E NA ADOLESCÊNCIA

A depressão é uma doença mental que atinge todas as pessoas, independente da situação financeira, idade, sexo ou etnia. Em 2013, o transtorno acometia  2% das crianças em idade escolar, aumentando a frequência para 6% no caso de adolescentes, de acordo com o psiquiatra Dr Gustavo Teixeira, em seu livro Manual dos Transtornos Escolares. Uma criança deveria ser feliz sempre, da mesma forma como os adolescentes deveriam sofrer apenas de amor ou com as mudanças hormonais que modificam o corpo e os humores, naturais das transformações da puberdade. Mas não é assim que acontece. CAMPANHA “VAMOS CONVERSAR” Por estar no topo da lista de causas...

OBJETO TRANSICIONAL: CADÊ O MEU BRINQUEDO?

Objeto transicional é aquele objeto mediador entre o EU e o NÃO EU, mais precisamente o espaço entre a CRIANÇA e a MÃE. De uma maneira muito objetiva é AQUELE objeto que ajuda a suportar a dor da separação materna, a fazer essa transição rumo à autonomia. Bonecos e bonecas são modelos de objeto transicional, assim como ursinhos, coelhinhos, carrinhos, e todo tipo de objetos que de alguma forma tornam-se inseparáveis para a criança.   Cadê o meu paninho? Chupetas e os famosos “paninhos”, companheiros de “naninha” , são objetos importantes no controle da ansiedade infantil. Sendo assim, é fundamental ter paciência, compreender o que...

BONECOS E BONECAS: POR QUE BRINCAR?

Bonecos e bonecas são tipos de brinquedos simbólicos, portanto instrumentos para brincar de faz de conta, como uma verdadeira imitação da vida real.     Por conterem elementos físicos que representam nós, seres humanos, essa semelhança garante, através dos mecanismos da projeção e introjeção, algo muito corriqueiro: um boneco é uma criança nos braços de um adulto. São utilizados em representações de cenas do que os adultos costumam fazer no seu cotidiano. Não podemos esquecer que heróis e vilões  garantem a reprodução de cenas dos filmes e desenhos preferidos. São as características deles, incorporadas pelo EU subjetivo, que torna as crianças fantasiosamente seres fortes, corajosos,...

BONECA ABAYOMI- ENCONTRO PRECIOSO

ABAYOMI significa em Yorubá,  “encontro precioso” ou "aquela que traz alegria". As bonecas ABAYOMI não possuem feições determinadas, no intuito de favorecer as inúmeras características físicas apresentadas pelas múltiplas etnias africanas. Existem algumas histórias a respeito dessa boneca.                                                                                                    Essas eu fiz na oficina da Lucia Makena. Retalhos para confeccionar a ABAYOMI Uma das histórias conhecidas, diz que as bonecas...