PSICOPEDAGOGA CLÍNICA E INSTITUCIONAL
PEDAGOGA / HOSPITALAR

30 anos de experiência em Vida Escolar | Membro da Associação Brasileira de Psicopedagogia - ABPp

Follow me on instagram

Copyrights 2017 © Todos os Diretos Reservados a Denise Aragão

 

Author: Denise Aragão

Curso grátis para educadores na USP

Amanhã, dia 26/06/2017,  último dia para inscrições do Curso Relação Professor aluno na USP.  O encontro será dia 24/07/2017, das 9 às 17 horas e é necessário comprovar ser professor. Se você está de férias e tem a data livre, vale participar do encontro. Segue o link para inscrições. Lá você também encontrará outras opções de cursos inteiramente gratuitos. https://uspdigital.usp.br/apolo/ Se gostou da dica, curta, compartilhe.  ...

BOLA NO CHÃO, BOLA NA MÃO, SINAL DE DIVERSÃO

Analua, 1 ano e 10 meses de puro encanto.  Brinca com sua enorme bola vermelha . Ela é a mascote da minha família e merece lugar de destaque aqui no blog. Não dá para falar dos pequenos sem pensar nela. Do ponto de vista motriz temos alguns dados. Ela está feliz, concentrada. Chutou a bola com o pé esquerdo, mas segundo sua mãe,  Juliana, há indícios de que ela se definirá como destra. Antes dos 18 meses o desenvolvimento neurológico dos bebês ainda não está pronto para definir sua lateralidade, mas como Analua já tem 22 meses, é possível perceber sua preferência, mas...

HOJE É O DIA OFICIAL! BLOG E SITE VÃO AO AR….AGORA!

Esse site foi idealizado com muito carinho para mostrar o que fiz como professora e faço profissionalmente como psicopedagoga. Aqui, pais, profissionais do ensino, psicopedagogos e quem mais vier, encontrarão textos que contam sobre meu cotidiano de trabalho, dicas de leitura, brincadeiras e diversão. Além disso, divulgarei cursos e eventos por aí afora. Ele ainda é um bebê mas vai crescer aos poucos, com muita dedicação e força de vontade, como tudo tem que ser! Sejam muito bem-vindos!...

Socorro! O Ovo Não Quebra!

Sabe uma garotinha frágil, de semblante tenso e a pele branca como a neve?  Assim é Isabel, 9 anos, um doce de menina, inteligentíssima! Papo agradável, ótima desenhista, mas cheia de receios. Tive o prazer de desfrutar dois anos de sua companhia. Nunca bebia água na escola, pois não ia ao banheiro sozinha. Não almoçava lá, porque não tinha fome. Também não levava lanche porque almoçar em casa já era o suficiente para seis horas de vida. Comer pra quê? Só tinha uma amiga, porque achava que não tinha nada de bom para compartilhar. Com relação às notas, sempre 9.0, 9.5, 10.0! Se...

A IMPORTÂNCIA DA AVALIAÇÃO PSICOPEDAGÓGICA

  A avaliação diagnóstica, objetiva buscar  intervenções que minimizem o desconforto, melhore a autoconfiança e a autoestima, além de resgatar o desejo de saber do paciente. Realiza-se a  aplicação de algumas atividades protocolares específicas na área da escrita, leitura, no campo da matemática, além de provas projetivas. Existe também entrevista de anamnese com os responsáveis, que poderá acontecer no início ou depois de algumas sessões com o paciente. Depois de algumas sessões de investigação é possível fazer um diagnóstico e partir para intervenções que sanem de uma vez por todas, ou que pelo menos amenize o desconforto da criança ou adolescente. São muitas as variantes que determinam as dificuldades na aprendizagem...

AMARELINHA

Escolhi a amarelinha como a primeira brincadeira para ativar nossa memória emocional. Segundo o livro BRINQUEDOTECA – Manual em educação e saúde, de Gimenes e Teixeira, editora Cortez, a amarelinha é uma brincadeira muito antiga, que tem suas origens da variação do jogo romano de odres, em que os competidores saltavam em um pé só sobre sacos feitos de pele de bode untados com azeite...

POR QUE FALAR EM BRINQUEDOS E BRINCADEIRAS?

São muitos os brinquedos e brincadeiras que fazem parte do folclore brasileiro, herança valiosa dos povos que formaram nossa nação, das culturas indígena, portuguesa e africana. Tanto os brinquedos, quanto as brincadeiras que conhecemos, sofreram modificações ao longo de centenas de anos e são fontes de inspiração permanente na indústria de entretenimento. Quanta responsabilidade a nossa, pais e educadores...

O Brincar levado a sério

Brincar é coisa séria, viu? Podemos afirmar que na contemporaneidade, educadores, médicos, psicólogos e psicopedagogos incentivam as atividades lúdicas como prática eficaz em todas as fases do desenvolvimento infantil. O ato de brincar desencadeia estratégias espontâneas ou dirigidas, que facilitam e aumentam a qualidade do aprendizado. Dessa forma, quanto mais se brinca, mais se aprende. Em toda sua singularidade, a criança na atualidade é um ser com papel atuante na sociedade, faz história, produz cultura própria. Diferentemente de quando era vista como um adulto em miniatura, antes do século XVII, a criança hoje tem um mercado próprio para atender todas e quaisquer necessidades...