PSICOPEDAGOGA CLÍNICA E INSTITUCIONAL
PEDAGOGA / HOSPITALAR

30 anos de experiência em Vida Escolar | Membro da Associação Brasileira de Psicopedagogia - ABPp

Follow me on instagram

Copyrights 2017 © Todos os Diretos Reservados a Denise Aragão

 

CINCO MARIAS: O JOGO DOS SAQUINHOS – PARTE 1

Minha avó e minha mãe faziam para mim.

CINCO MARIAS: O JOGO DOS SAQUINHOS – PARTE 1

Para jogar Cinco-marias é necessário ter cinco saquinhos de pano, do tipo almofadinhas ou cinco pedrinhas do mesmo tamanho.

Esse post terá duas partes para não ficar muito extenso. Essa é a parte  1, ok?

COMO JOGAR CINCO-MARIAS?

Esse jogo é uma espécie de competição, onde os participantes lançam uma “maria” para cima e pegam as outras “marias” que ficaram aguardando no chão, obedecendo uma variação de regras e etapas.

Podem jogar quantas pessoas quiserem com um grupo de cinco saquinhos ou pedrinhas, mas cada pessoa pode ter seu próprio kit.

Regras e etapas variam pelo país a fora, assim como o nome da brincadeira também pode mudar:  três marias, jogo das pedrinhas, belisca, nente, capitão, epotatá (em tupi, quer dizer “mão na pedra”), jogo do osso, e muitos outros.

Uma coisa é certa: haverá lançamentos de saquinhos ou pedrinhas para o alto.

ONDE JOGAR CINCO MARIAS?

É possível jogar em uma mesa, em cima do sofá, na cama, enfim, em qualquer superfície lisa. Eu, particularmente prefiro jogar no chão.

QUAL O MATERIAL NECESSÁRIO PARA CONFECCIONAR AS CINCO-MARIAS?

São necessários cinco saquinhos de pano ou cinco pedrinhas pequenas de tamanhos aproximados.

Você mesmo pode confeccionar os saquinhos para as crianças. Se elas forem maiorzinhas, faça com elas. Isso, já registrará uma ótima memória afetiva nas lembranças da infância, como eu, que lembro da minha avó e minha mãe fazendo vários para mim.

MATERIAL:

  • Retângulos de tecido
  • Linha e agulha
  • Régua e caneta para medir
  • Tesoura
  • Arroz cru, lentilha ou areia seca.

FORMAS DE JOGAR:

1-Com uma mão só

Pegando do chão

  1. Espalhe os cinco saquinhos (ou pedrinhas) no chão. O melhor jeito é jogá-los para cima e deixar cair de qualquer jeito, sem que fiquem muito longe um do outro.
  2. Escolha um saquinho, jogue-o para cima e pegue outro do chão com a mesma mão. Você precisa ser rápido o bastante para conseguir pegar o primeiro na volta.
  3. Jogue os que estão na mão para o alto e, sem deixá-los cair, tente pegar mais um. Continue até que esteja com os cinco na mão.
  4. Agora que conseguiu, tente fazer diferente: em vez de pegar um saquinho por vez enquanto o que jogou para cima não cai, você tem que pegar mais de um por vez.
  5. Comece tentando pegar dois de cada vez. Lembre-se que não pode deixar cair nenhum dos que estão na mão enquanto pega os próximos. Conseguiu? Agora tente pegar dois saquinhos na primeira vez e três na segunda. Por fim: jogue um para cima e tente pegar os quatro restantes de uma vez só!

 

A imagem em destaque nesse post é de Leonardo Bucciarelli Rossi.

As imagens de como jogar são de Veridiana Magalhães/ “Giramundo e outros brinquedos e brincadeiras dos meninos do Brasil”/ Renata Meirelles. – São Paulo: Editora Terceiro Nome, 2007.

No próximo post tem a continuação de como joga. Clique aqui para acessar a part 2.

Gostou? Compartilhe. Não deixe nossa cultura morrer.

Denise Aragão – Psicopedagoga

Compartilhe
Psicopedagoga, pedagoga, educadora, mãe de menino e menina.
Nenhum Comentário

Deixe um comentário