PSICOPEDAGOGA CLÍNICA E INSTITUCIONAL
PEDAGOGA / HOSPITALAR

30 anos de experiência em Vida Escolar | Membro da Associação Brasileira de Psicopedagogia - ABPp

Follow me on instagram

Copyrights 2017 © Todos os Diretos Reservados a Denise Aragão

 

HERBÁRIO: CORES E AROMAS NA APRENDIZAGEM

Especiarias, temperos, estímulos sensoriais

HERBÁRIO: CORES E AROMAS NA APRENDIZAGEM

Herbário é uma coleção de plantas compostas por amostras de ramos secos, flores, frutos, sementes, conservadas e organizadas segundo uma sistemática, para fins de pesquisa científica na área da botânica.

Existe um manejo adequado na coleta, secagem e prensagem do material, mas para o que pretendemos, basta colocar a amostra arrumada delicadamente entre folhas de papel toalha e prensá-las entre duas placas de vidro ou utilizando uma pilha não muito alta de livros.

                                                                                                                   Pinterest

Esse tipo de amostra seca e prensada é denominada exsicatas.

No atendimento psicopedagógico e em sala de aula, é possível fazer um belo livrinho de forma simples e com aromas incríveis, a fim de despertar nosso sistema sensorial.

                                                                                    www.museuvirtual.unb.br

Habilidades e áreas de conhecimento trabalhadas

Uma dica é fazer uma amostra de ervas e especiarias utilizadas na cozinha de casa,  aproveitando o momento para uma revisão nas áreas de Ciências,  História e Geografia, abordando as Grandes Navegações e o comércio de especiarias.

Essa atividade lúdica é indicada para quem já está alfabetizado, mas é possível realizá-la em forma de listas e trabalhar palavras com quem ainda é silábico com valor sonoro.

Ela também aprimora habilidades matemáticas, pois abrange seriação, classificação e generalização.

Podemos começar coletando amostras encontradas na própria escola ou nas imediações de casa, mas é preciso conhecer muito bem as plantas para ir por esse caminho.

Aproveitando a onda do Master Chef Infantil,  proponho um herbário com temperos caseiros, porque fica mais fácil trazer para a clínica ou para a sala de aula o material necessário.

Partindo dele, escrevemos receitas e experimentamos na própria sala. Uma festa!

Quais produtos escolher?

Proponho uma coleção com salsa, tomilho, alecrim, hortelã, coentro, manjericão, orégano, canela em pau, folhas de louro, cravo-da-índia, pimenta malagueta e muitos pozinhos, que embalamos em saquinhos e fixamos na folha para encadernar.

Tem um visual lindo e cheira muito bem!

Esses aromas vão direto para nosso cérebro, despertando o inconsciente para experiencias vividas e remotamente esquecidas, como um bolo no forno na casa da vovó ou as rabanadas de Natal.

Dá para fazer uma seleção de grãos que também fica muito bacana, mas aí já deixa de ser herbário.

O material é simples. Dê uma olhada no meu modelo.

 

Memória pessoal de herbário

Há muito, muito tempo atrás, por volta dos meus 17 anos, recebi um cartão-herbário de presente.

Havia uma alga marinha prensada por um amigo muito querido do Rio de Janeiro. Ele cursava o primeiro ano de Oceanografia e nos encontrávamos nas férias, na casa da minha madrinha Maristela.

Guardei esse cartão com muito carinho por décadas, mas infelizmente foi se deteriorando pela ação do tempo.

Recordo-me dele explicando com entusiasmo como fazia suas prensagens na universidade. Alguns anos depois, faleceu muito jovem em um acidente de carro.

Paulinho,  meu amigo, esse post é para você.

Gostou? Clique no coraçãozinho la em cima e compartilhe.

 

Foto em destaque Pinterest.

 

 

 

Compartilhe
Psicopedagoga, pedagoga, educadora, mãe de menino e menina.
Nenhum Comentário

Deixe um comentário