PSICOPEDAGOGA CLÍNICA E INSTITUCIONAL
PEDAGOGA / HOSPITALAR

30 anos de experiência em Vida Escolar | Membro da Associação Brasileira de Psicopedagogia - ABPp

Follow me on instagram

Copyrights 2017 © Todos os Diretos Reservados a Denise Aragão

 

O BRINCAR RETRATADO NA ARTE

São 84 brinquedos e brincadeiras

O BRINCAR RETRATADO NA ARTE

A obra em destaque retrata o brincar na arte. Ela chama-se JOGOS INFANTIS e é de  Pieter BRUEGEL, mais conhecido como O VELHO. Foi entregue em 1560,em plena Idade Média.

 Ficha técnica
Ano: 1560
Técnica: óleo sobre tela
Dimensões: 118 x 161 cm
Localização: Museu de História da Arte, Viena, Áustria

Pieter Bruegel, famoso artista holandês do séc XVI, pintou esse quadro em óleo sobre painel de carvalho no ano de 1.560.  A obra está exposta no Museu de Arte de Viena e retrata cerca de 84 brincadeiras. Eu não consegui encontrar todas, mas com certeza você é um observador melhor do que eu e irá encontra-las com facilidade.

Detalhes em destaque

Bruegel, mais uma vez pinta como se ele estivesse olhando de cima para baixo. Ele utiliza todo o espaço da tela com o desenho de crianças brincando e jogando. São muitas cores sobre um fundo amarelo, tendo o azul e o vermelho como predominantes, na intenção de chamar a atenção para todos os detalhes.

Os corpos estão em movimento indicando o brincar: tem batizado, procissão e até noiva.

O quadro é composto de 200 figuras humanas miniaturizadas, porque na Idade Média era muito comum miniaturizar adultos. Alguns estudos antropológicos interpretam essa obra como ” adultos tristes vestidos de crianças” exercitando atividades lúdicas. Não se vê ninguém sorrindo. Alguns sequer têm rosto.

Se você é um admirador da série de livros Onde está Wally? será fácil encontrar ao menos dez jogos ou atividades lúdicas que sobreviveram até os dias de  hoje.

Vamos listar?

  • pernas de pau, roda, pular corda, rodar aros, cavalo de pau, cata-vento, cabra-cega, pular carniça, soprar bexiga, esconde-esconde, jogar castelo, andar de cadeirinha, boneca, pião, cavalinho, boca de forno, bolhas de sabão, cabo de guerra, etc.

Brincadeiras tranquilas e outras nem tanto

Observe

  • Próximo à cerca vermelha, um grupo de 11 crianças simula um casamento.
  • A noiva, com uma roupa escura, que mais se parece com uma batina, traz uma coroa na cabeça, sendo ladeada por duas personagens.
  • Atrás dela segue o séquito e à frente duas garotas levam um grande cesto com pétalas de flores, que vão sendo espalhadas à passagem do grupo festivo.
  • Também chama a atenção, em primeiro plano, a presença de dois grandes barris e aros, usados para entretenimento.
  • Na janela da casa, à esquerda, uma criança usa uma máscara, tentando chamar a atenção dos que se encontram abaixo.
  • Na parte inferior esquerda da tela, na entrada do edifício, três crianças, cobertas com mantos, seguem, em procissão, aquela que leva um suposto bebê para ser batizado.

Matou as saudades da sua infância? Então vai para a rua que o mês é de férias!

 

Compartilhe
Psicopedagoga, pedagoga, educadora, mãe de menino e menina.
Nenhum Comentário

Deixe um comentário